quarta-feira, 9 de março de 2011

BENDITO CANCER QUE ME ACOMPANHA




PARTE I


Calma! Eu explico.

Sempre fui feliz. Muito feliz. Eu não sou daqueles que dizem: “eu era feliz e não sabia”. Eu não; eu sabia que era feliz e tinha consciência dessa alegria. Apesar de pobre, tive uma infância maravilhosa e vivi uma adolescência contagiante. Aos sons das discotecas me divertia nos embalos de sábado à noite, e já na fase adulta obtive razoável sucesso profissional, ainda que não possuísse formação Acadêmica.

Atualmente sou mais feliz que antes, porque hoje tenho um pouquinho mais de compreensão das coisas da vida. Hoje eu tenho noção do que seja o caminho que o Evangelho prega. Se ando nele ou não, vai depender só do meu arbítrio.

Tenho certeza de que muitos dos que estão lendo podem estar pensando: grande coisa, saber o que é certo e errado eu também sei, difícil é andar no caminho certo. Eu também pensava assim. Entretanto, depois de superar e ainda enfrentar alguns obstáculos na vida, eu passei a ter uma visão mais cristalina dos caminhos e dos valores do nosso mundo.

As enfermidades deram início a essa  mudança de visão. Tudo começou com o tal razoável sucesso profissional: Muitas farras, churrascos e tira gosto com pimenta e muito sal. Claro que tudo isso regado a muita cerveja. Como a pressão arterial tem um comportamento silencioso, ela se portou da mesma maneira comigo. Não me avisou em nenhum momento sua pré-disposição em subir.

Além disso, acho que meu organismo tinha uma tendência a problemas renais. A partir daí, meus problemas de saúde se inciaram. A pressão alta atacava os rins e os rins, por sua vez, faziam a pressão subir, porque estes estavam trabalhando sob pressão. Só a partir dessa época é que comecei a tratar o problema da hipertensão. Controlei a pressão com medicamentos, mas não deu para salvar os rins. Resultado: dois anos de hemodiálise.

Antes da hemodiálise, foi indicada, como última esperança para salvar meus rins, uma dosagem mais elevada de corticóides. Porém, não adiantou. Por causa dessa dose cavalar de corticóides, desenvolveu-se em minha perna esquerda uma necrose (desgaste) na cabeça do fêmur. Este é o motivo da minha manqueira. Gostaria de deixar claro que este diagnóstico foi feito por outro médico no início do meu tratamento. Depois deste episódio, na parte da Nefrologia, estou sendo muito bem atendido pelo Dr João Batista Moreira e sua equipe. Ele, além de médico,  é  Anjo da Guarda. Quanto ao antigo médico, nunca tive nenhum tipo de ressentimento ou mágoa. Acho que ele não teve culpa.

Depois da hemodiálise e após exaustivos exames de compatibilidade, graças à generosidade do meu irmão Gerson, fiz um transplante renal que está durando  mais de dez anos. Para que se mantenha o transplante no dia a dia, é necessário que o transplantado tome drogas contra rejeição. Isto faz com que o organismo diminua sua proteção contra os agentes externos, tornando-o  mais susceptível a doenças e infecções. Assim, aconteceu comigo também. Instalou-se em mim um tal Carcinoma de células claras de rim, diagnosticado inicialmente em 2005. Meu rim direito foi extraído e fiquei bem por algum tempo.

Porém, o câncer voltou em 2008. Fui então orientado a procurar um Oncologista para orientações. Divinópolis era o centro oncológico mais indicado, porque quando fosse a época das quimioterapias eu estaria mais perto de casa. Mas as coisas não aconteceram bem assim. Foi num consultório frio, com um barulho irritante de uma marreta que quebrava paredes em construção ao lado, que eu ouvi sozinho as explicações da médica tentando ser doce e sutil. Resumindo, ela me disse que eu portava um tipo de câncer contra o qual  infelizmente os tratamentos de quimioterapia e radioterapia não eram eficazes, ou seja os tratamentos tradicionais não adiantavam para este tipo de câncer. Até nesta data não existe tratamento para essa casta.

Como ela foi muito cuidadosa comigo, aceitei o problema e saí de lá bem equilibrado. Entretanto, confesso que ao entrar no meu carro e dar a notícia à minha esposa pelo telefone, eu desabei em choro. Dentro de alguns minutos enxuguei as lágrimas, mas continuei chateado. Hoje em dia, lido com isso sem problemas, pois tenho muito apoio da família, amigos e da querida Dra. Letícia, que juntamente com sua equipe (hospital Felício Rocho) cuida para que eu tenha uma melhor qualidade de vida. Claro que tem aqueles dias em que a gente “amarra uns bodes”, mas acho isso normal, acontece com todo mundo. Agora, depressão não, tô fora. Não tenho nenhuma inclinação e nem motivo pra ficar de ovo virado um, dois, sabe lá quantos dias.

Depois de um tempo me consultando em Divinópolis, fui em Barretos várias vezes, em  jornadas extremamente cansativas, buscando uma solução que não veio. Voltei para Belo Horizonte, fiz mais cirurgias, marcaram outras tantas que não puderam se realizar. Receitaram-me um medicamento que custa mais de R$ 20.000,00. Entrei na Justiça, consegui o tratamento. Porém, os efeitos colaterais foram muito graves e os médicos tiveram que suspender a medicação.

Por outro lado,  o problema do desgaste no fêmur me impede de exercícios com as pernas. Até o ato de simplesmente caminhar é problemático pra mim. Ademais, quem tem problemas de câncer, tem uma tendência a ter incidências vasculares. E para completar, pequenas arritmias cardíacas ajudam a provocar quadros de Trombose. Como possuo todas estas três características, já sofri cinco. Acho que sou recordista neste quesito.

Não vou me estender relatando  cirurgias a que  me submeti (todas com anestesia geral), bem como complicações pós cirúrgicas. Nem mesmo sobre a Dengue , em março de 2010, que fez meu corpo virar um molambo e, nos poucos momentos de lucidez, sentir a mais profunda fragilidade que um ser humano pode sentir. Vegetei por alguns dias no hospital.

Depois da dengue, tive mais duas tromboses. Minha última internação foi no final de fevereiro passado. Ainda estou com a perna muito, muito inchada e as dores são difíceis de suportar.

Há, segundo os médicos, metástases no pulmão e vários nódulos. Mas estou relativamente bem, na maior parte do tempo.
Caros seguidores, relatei o que se passa comigo por vários motivos: Primeiro porque gosto de falar pra todo mundo o que está acontecendo comigo. Desde o início, sempre falei tudo que me acontece, quando  tenho oportunidade. Agora, registrando aqui, mais pessoas saberão. Isto é ótimo, pois é mais oração pra mim. Segundo, acho que esta leitura pode ajudar alguém de alguma forma. Terceiro, era necessário fazer uma descrição desse período, para dar lastro ao restante do texto.

Meus amigos, apesar de ter tentado ao máximo reduzir a história, o texto está ficando longo e fiquei cansado. Vou ter que explicar minha boa relação com as enfermidades na próxima postagem.

Abraços a todos,

Gilberto Lobato

Ps. Este Blog continua sendo focado em fotografia. Em breve retornaremos com material novo e atualizado.

19 comentários:

  1. Meu caro amigo eu te amo, como você sabe desde os tempos do nosso Glorioso EB em 1982. Não deixe a peteca cair porque tudo o que passou e passa é mole para quem tem a sua força. Fique firme e vamos segurando nessa lambuja que temos experimentado sempre. Grande abraço e mande toda a história que estaremos aqui sempre contigo. Miguel Delgado.

    ResponderExcluir
  2. Gil, vc já é um vencedor e esta " bendita doença"
    só serviu para demonstrar que voce supera os obstaculos com uma força incrivel!

    Continue contando comigo sempre! Voce é meu
    pai-heroi!! rsrs
    bjoo

    JULIANA

    ResponderExcluir
  3. Brilhante texto, essa parte de tratar o cancer como bendito mostra seu positivismo para tratar desse assunto que para 99,9999999%%% das pessoas seria o fim do mundo, da gosto de ter um irmão como vc.

    ResponderExcluir
  4. Gilberto, você é fibra, é determinação, é força e é coragem !
    Eu sinceramente acredito, que a luz que irradia em você é manisfestação da fé que tem em Deus e na crença de que vale a pena viver!
    Nada é capaz de desanimá-lo! Você na maioria das vezes encontra uma forma de se superar, avançar, aprender e ensinar.
    Belas palavras! Bonita mensagem! Que bom você compartilhar suas experiências e emoções nesse espaço! Conte sempre com meu carinho e amizade.

    Feliz de mim ter na vida um amigo como você!

    Abração

    Chiquinha

    ResponderExcluir
  5. Gilbertão, você sabe que e um exemplo a todos, pela sua vontade de viver.
    Parabéns pelo texto, espero que sirva para as pessoas verem o quanto e facil ser feliz e que isso e a base de tudo nessa vida a Felicidade, vontade de viver.
    Um grande abraço
    Nenel

    ResponderExcluir
  6. Mano, estive hoje na casa da mamãe e o Marquinho me mostrou esse texto que vc havia escrito. Me emocionei com a suas palavras. Durante o último curso de sargento que fiz na capital mineira, os professores gostavam de motivar a gente nos chamando de guerreiros. Faço uma comparação, o verdadeiro GUERREIRO DA VIDA E VOCÊ, que nunca perdeu a fé e vontade de lutar para superar as dificuldades que apareceram na sua vida.
    Fique com Deus e um abraço.

    Gerson Lobato

    ResponderExcluir
  7. Querido Tio,esse foi um belo texto de superação e de exemplo de vida.Tenho um grande orgulho de ser sua sobrinha.Que você tenha fé de superar os vários outros obstáculos que há de vim.
    Um grande abraço .

    Larissa Lobato.

    ResponderExcluir
  8. Gilberto

    Sua capacidade de aceitação é uma virtude de muito valor. Peço a Deus muita força e condição para estar sempre ao seu lado nos momentos mais difíceis. Depois de Deus, conte sempre comigo

    Seu pai Noé

    ResponderExcluir
  9. Olá Gilberto, você realmente é uma pessoa abençoada por Deus, sempre com muita fé e esperança. Eu como sua sobrinha posso dizer que além de todos esses obstáculos que você enfrenta todos os dias, você sempre foi uma pessoa solidária, e está sempre disposto a ajudar as pessoas.

    Grande abraço, fique com Deus!

    Cinara Nunes

    ResponderExcluir
  10. Gilberto, adorei seu blog, fico muito feliz de ver que voce tem grandeza para enfrentar tudo o que a vida tem lhe proporcionado, tenha certeza que voce é exemplo de vida, superaçao, fé ... para muita gente, que o seu plano de vida é muito maior do que tudo isto. Admiro muito voce e a Elzi, pela capacidade de enfrentar tudo até com bom humor, sempre dou testemunho da vida de voces para aquelas pessoas que diante de um pequeno problema acha que tudo está perdido. A vida nos é dada para viver, e viver intensamente todos os momentos, tirando de todos eles algo que acrescente. Tenho muito orgulho de poder acompanhar, mesmo que de longe toda a sua história.
    Um grande abraço e que Deus continue sendo presença constante em sua vida e de toda a sua familia!
    Conte sempre comigo.

    ResponderExcluir
  11. Oi filho, é com muito amor e carinho, para dizer a você o quanto é importante para mim, pela sua razão de viver sem rancor pela tolerância da sua enfermidade. Mas pode acreditar você para mim é o meu herói, o filho querido, carinhoso, amoroso não desfazendo dos outros.
    Agradeço todos os dias pela esposa maravilhosa, dedicada e preocupada com você. Obrigada meu Deus por vocês existirem.

    Abraços e beijos da sua mãe que te ama do fundo do coração.

    Carminha

    ResponderExcluir
  12. Gilberto.

    Boa tarde meu amigo tudo bem? É só para você saber que eu nao esqueço de voce. Muita paz, bençao e FE ISSO EU SEI QUE VOCE TEM DE MAIS. Deus esta no controle e te abençoando voce e toda sua familia, voce sempre foi um grande guerreiro. Valeu, um grande abraço.

    Alvaro

    ResponderExcluir
  13. Gilberto, sempre te vi como uma pessoa admirável, tanto pelo seu caráter, como pela sua dignidade, força e fé como encara as dificuldades que as fatalidades da Vida lhe impõe. As vezes vejo as pessoas, inclusive "eu" reclamar de coisas infinitamente menores. Tenho certeza que Deus tem uma recompensa para todos os que sofrem e lutam pela Vida como você. Um grande abraço e continue lutando Meu amigo.

    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  14. Pelo amor ou pela dor, pelo amor aprendemos a crer ou aceitar.Pela dor aprendemos a ver a vida de modo Horizontal ver como velhos, que param dia a pós dia para ver a singularidades desta!Quem dera eu ser velho mentalmente, pra ver oque as crianças como eu tento enchergar..
    Você com certeza atingiu esse estágio...
    Sua fortaleza parece nao ser intermitente,é admirável e encorajador

    W.Mizael

    ResponderExcluir
  15. Tio Gilberto, eu e minha mãe lemos seu texto, e ficamos realmente emocionadas. Com tantos problemas e ainda consegue ficar bem ao contrário de muitas pessoas que murmuram por tão pouco.Tenho certeza que ajudará muitas pessoas a enfrentar melhor seus problemas.Continue lutando pois é no sofrimento que nos fortalecemos e chegamos mais perto do Pai Eterno. Saiba que você não está sozinho, Ele está sempre do seu lado e nós oramos sempre por você. Abraços de LUARA E ENI.

    ResponderExcluir
  16. Ei Gilberto! Sou amiga do Arthur da faculdade e ele já me contou dos problemas que o senhor vem enfrentando. Mas o que ele realmente ressaltou na sua história foi sua coragem e força pra enfrentar esse desafio e jamais praguejar essa condição imposta pela vida. Tenho certeza que o senhor vai vencer essa batalha e pode ter certeza que vc é um exemplo muito grande pro seu filho. Muita fé e coragem sempre!

    ResponderExcluir
  17. Papai,
    Acho que todas essas mensagens aqui já ressaltaram sua importância pra gente.
    É um orgulho poder dizer que eu sou seu filho.
    Tomara que eu consiga passar pro meu um dia pelo menos um pouquinho do que eu já aprendi e ainda vou aprender com o senhor.
    Te amo!
    Arthur

    ResponderExcluir
  18. Gilberto,

    Nem parece q vc é atleticano, afinal com um time feio desses... fica difícil acreditar uma pessoa que torce pra um time horroroso desses tenha tamanha força e sabedoria pra encarar os problemas da vida. Tô com minha mãe aqui do lado, q vc sabe q te ama assim como nós todos aqui de casa, e que apesar de nossas limitações, queremos q saiba que vc e Elzi "SEMPRE" podem contar conosco.

    Sinta-se abraçado pro nós todos.

    Matias, Tia Maria, Jacyenne, Letícia e Pedro.

    ResponderExcluir
  19. Gilberto, a cada dia que passa você me surpreende. Só você mesmo para ter esta garra e determinação que superam todos os seus problemas. Peço a DEUS, todos os dias, pela sua recuperação e muito obrigado a você, por ter me permitido ser seu amigo e da sua família. Muito obrigado. Fique com DEUS!!

    Remaclo ( Baba )

    ResponderExcluir