terça-feira, 24 de agosto de 2010

Melhorando minhas fotos - A Fotografia, parte 2 -



A REGRA DOS TERÇOS




regra dos terços vem da lógica matemática da regra do número de ouro, que permite determinar a proporção ideal de um motivo (assunto) numa imagem.

Este número de ouro permite que linhas teóricas  sejam estabelecidas cortando a imagem em três partes horizontais e três partes verticais do mesmo tamanho, estas são as linhas que compõem a terceira regra, usada muitas vezes para a elaboração de uma imagem ou um vídeo.





A proporção ideal na fotografia é um terço por dois terços.

Se colocar o motivo no centro da imagem, conduzirá a uma simetria óbvia, vai parecer um pouco aborrecido. Haverá uma falta de dinamismo e interesse. Será melhor enquadrar o motivo na Terceira parte do visor para adicionar dinamismo à imagem.

Essas linhas que dividem a imagem reúnem-se em 4 pontos no centro da imagem. Esses pontos constituem os pontos fortes da imagem. O olho será naturalmente atraído para os pontos. Portanto, é importante colocar nessas zonas, os elementos dominantes e os detalhes do motivo. Se colocar nesses pontos detalhes inúteis, pode prejudicar a legibilidade da imagem.




Além disso, alguns estudos científicos mostram que todos temos a mesma leitura, quando olhamos para uma foto. Essa leitura é determinada pela nossa cultura. No ocidente, o olho lê uma imagem de cima para baixo e da esquerda para a direita.

O olho é atraído para zonas precisas da imagem. Estes são os pontos fortes, ou o centro da imagem, mas o olho também pode ser atraído pelas zonas com maiores formas ou zonas que parecem estar mais próximas da imagem.







É importante lembrar que o olho é atraído inconscientemente para outras regiões da imagem devido a outros parâmetros: a clareza, primeiro plano, as diagonais da imagem, a cor mais ou menos atraente …




Balanço e distribuição das massas:

Para obter uma imagem agradável e harmoniosa, ela deverá ter uma forma que equilibre as diferentes massas e volumes representados.




Assim, as massas maiores atrairão a atenção mais facilmente do que as mais pequenas. A cor dessas massas e a distância entre duas massas e suas respetivas posições, também são importantes. Portanto, é aconselhável colocar as massas em diferentes pontos fortes da imagem, tomando cuidado para não manchar outras massas importantes.

Nesta imagem, podemos ver que os elementos mais importantes estão perto dos pontos fortes e  as massas estão equilibradas.

Com tudo, a  regra dos terços não serve para todas as situações. É muito útil para paisagens e composições em que o assunto principal não deve ficar muito centrado.



Obs: Texto baseado no exposto do blog fotolia.




Com esta exposição da regra dos terços, acredito que o básico sobre o assunto do enquadramento ficou bem exposto.

Próximo tópico: FOTOGRAFIA E LUZ.

Abraço,

Gilberto

Um comentário:

  1. Meu amigo. Dá para segurar esse texto até a semana que vem. É que quero fazer esse curso e vou viajar amanhã. Como se diz, veja o que pode fazer por mim. Abração. Miguel Delgado, seu amigo que te ama e diz isso na blogosfera!

    ResponderExcluir